top of page

Ateliê TRANSmoras em Campinas lança edital nacional para seleção de ativistas trans




O Ateliê TRANSmoras, associação de Campinas, interior de São Paulo, anunciou no último dia 16 de Janeiro, o lançamento do edital para o 1º Programa de Ativismo TRANS, com o patrocínio da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil. O programa visa capacitar 15 novas lideranças engajadas nos âmbitos da moda, arte, direitos humanos e saúde, visando criar novas oportunidades e possibilidades para a população trans no país.


Ao final do programa, está prevista uma imersão de três dias na cidade de Campinas, onde os participantes terão a oportunidade de conhecer o espaço onde o TRANSmoras teve início como um projeto social, além de participar de diversas atividades nos espaços da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), instituição parceira.


"O TRANSmoras sempre teve como visão criar ações que proporcionam ferramentas para a nossa rede construir contranarrativas aos estigmas relacionados às pessoas trans, não-binárias e às travestis. Em 2024, continuamos a ser o país com o maior número bruto de assassinatos da nossa população, segundo dossiê da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA). Com esse projeto, demonstramos nossa resiliênica, e a capacidade de subverter a lógica de violência imposta a nós. Dessa vez, queremos conhecer quem são as pessoas que estão atuando em territórios fora do eixo sudestino, queremos saber quem está liderando e lutando por mudanças na nova geração," afirma Antonia Moreira, diretora de operações e coordenadora do programa. 


A iniciativa conta com políticas afirmativas, incluindo reserva de vagas para pessoas negras e indígenas, ativistas residentes nas regiões norte e nordeste, bem como nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. Adicionalmente, as pessoas inscritas receberão uma bolsa integral para um curso de inglês básico em uma turma exclusiva na escola de inglês Novo Sol.


As inscrições para participação no programa estão abertas até as 23h59 do dia 05 de fevereiro e devem ser realizadas por meio de um formulário disponível no site transmoras.com/programadeativismotrans. Além do formulário, que solicita respostas e uma carta, as pessoas candidatas   devem consultar o edital completo contendo todas as informações e condições para inscrição. 


.O Ateliê TRANSmoras, fundado em 2013, é uma associação sem fins lucrativos dedicada ao empoderamento econômico da população trans por meio da produção de arte, moda e cultura. Com duas sedes, na Moradia Estudantil da Unicamp, em Campinas, e no Centro Cultural São Paulo, desenvolve oficinas e cursos, e atua para expandir a incidência política de pessoas trans nas artes, cultura e educação. Se define como uma plataforma criativa e laboratório de tecnologias sociais para travestis, impulsionando carreiras e desenvolvendo práticas inovadoras de arte, advocacy e geração de renda.


Para informações e dúvidas.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page